1 de jul de 2013

Destruídos. Cap.2 "Acumuladora de teias".


-Ai deus... onde fui me meter? porq disse que eu ia encontrar o bendito do Junior*?
Eu resmungava baixinho em meu quarto em quanto me olhava no espelho .
Eu estava uma pilha de nervos naquele dia e com um serio medo de ter uma diarréia nervosa antes das 5 da tarde, tinha chegado em casa depois da escola e nao parecia pensar direito.
Eu andava pela casa como um clone do Robocop, ou seja... andando toda dura e sem expressão nenhuma.
-Filha o que há com você? pergunta minha mãe meio desconfiada.
-Nada mãe,nada. Hum, quer dizer... o professor de biologia passou um trabalho mega complicado e eu não posso perder pontos na matéria dele,só isso,mas tenho que começar logo a faze-lo, é em dupla e faço com a Clara... posso ir na casa dela mais tarde? mas ,hã... só se tiver tudo bem eu ir.
Que mentira deslavada! mas eu tinha que inventar alguma coisa pra sair dessa pergunta e ainda poder sair hoje.
-Tá tudo bem, você pode ir, mas nao volte tarde,você sabe como eu nao gosto de você fora de casa até tarde!
- Tá mãe, precisa de ajuda com o almoço?
-Nao, você fica com a louça.
-Tá, então vou tomar um banho.
-Vai lá filha.
Joguei minha mochila no quarto e fui direto tomar banho,tentei pensar em tudo menos no tal encontro.
Cincos horas,cinco horas,cinco horas... parecia um martelinho na minha cabeça.
-Para porcaria, para de pensar nisso! até parece que você nunca ficou perto de um menino!!!
E eu deixava a agua quente cair e esquentar meus miolos para, quem sabe fritos eles parariam de pensar em hoje,na casa da Clara, ás 5 da tarde?!
Saí do banho,almocei, lavei a louça,ajudei minha mãe em mais algumas tarefas,fui para meu quarto,escutei musica,escolhi uma roupa,mudei de idéia,escolhi outra,mudei de idéia, então escolhi outra...
3 horas da tarde.
Misericrédo! hora de agir.
No final fiquei com um shortinho jeans básico e uma blusinha preta de uma das minhas bandas favoritas.
passei varias camadas de rímel,lapis preto nos olhos e um leve gloss nos lábios.
Penteei os cabelos umas mil vezes, espirrei meu perfume umas 3 e em quanto eu me perguntava onde eu fui me meter em frente ao espelho, alguém bate na minha porta.
-Tem alguém pelado aí..to entrando mesmo assim!!!
-Isadora, entre!!! mesmo que voce ja esteje dentro.
Isadora era minha vizinha des de sempre e uma valentona. eu nao gostava dela por isso mesmo,até que uma bela noite eu estava ouvindo musica nas alturas no portão da minha casa quando ela passou,parou e falou comigo: Cara, você curte System of a Down?
E eu pensei: Que menina maluca,nunca falou comigo,parecia que a qualquer momento ela ia me morder quando eu passava em frente a casa dela e agora ela tava parada na minha porta me perguntando sobre minha preferencia musical???
-Hum, sim eu gosto dos caras. respondi meu desconfiada.
-Olha, eu também!!! respondeu a Isadora toda animada.
E depois disso ficamos grandes amigas apesar de ser ainda uma valentona,ciúmenta e de forte temperamento.
-Nossa Nanda, você quebrou um vidro de perfume na sua cabeça? To sentindo seu cheiro lá de fora!
-Vaca! para com isso, não tá forte nada.
- Que não tá forte o que! Você tá querendo chamar atenção de quem, de todo mundo do bairro?
- De ninguém Isa! falei ja com raiva, ai como ela consegue me irritar.
-Hum... vai pra onde toda gatinha assim? aposto que tem garoto no meio!
-Q q q que? gaguejei toda sem jeito.
- Há tem garoto no meio! sua safada! porq não me disse nada?!
-Isa, para com isso! a safada aqui é você!
-É,pode ser... mas conta aqui pra mim quem é o felizardo?
De uma coisa você pode ter certeza,da Isadora você não foge.
-Tá... ele é amigo da Clara e eu só vou me encontrar com eles,na casa dela,pra conversar,nada de mais
- Aquela vadia! como assim você já vai se enfiar na casa dela e ainda por cima com um garoto? Esse era o meu papel,tentar encontrar alguém legal e lindo pra voce!
Como eu ja tinha pensando que eu nao tinha jeito com garotos porq nunca dava certo, já tinha desistido de procurar,por isso Isadora achava que o trabalho novo dela era conseguir encontrar alguém perfeito pra mim,claro, ela não tinha conseguido sucesso nessa matéria.
E lá vai a Isa ter um ataque de ciúmes por eu andar com a Clara...
- Olha,não fala assim dela,eu sei que você não gosta dela,mas como você ela é minha amiga e vocês duas tem que se resolver!
- Uma ova que vou!
-Ai Deus! eu ja conversei com você que amo as duas!
- Eu cheguei primeiro Nanda,sou sua amiga a muito mais tempo! eu vim pra te chamar pra gente ver um filme lá em casa e fazer um brigadeiro,mas deixa,ja to de saída também.
-Isadora! eu nao vou demorar,por favor não fica assim, eu só vou tentar resolver umas coisas e volto pra nossa sessão brigadeiro!
Isa ainda estava de bico,mas me abraçou e deu um leve sorrizinho.
-Vai lá, e um conselho? Ve se não baba ou chupa demais a lingua do menino tá?! já que nem lembro da ultima vez que vi você trocando DNA com alguém.
- Sua vádia! eu gritei pra ela sem graça,mas morrendo de rir.
-Some se não eu te bato!!!
-Tchal acumuladora de teias,passa lá em casa!
Isa foi embora e me deixou sozinha em meu quarto.olhei o relogio no meu pulso, 4:15 da tarde ele marcava.
-Bem é hora de eu ir,pronta ou não, aí vou eu!



























Um comentário:

  1. Eu sei que pode parecer insignificante a pergunta mas... ainda continuas amiga da Isadora? Pareceu-me ser divertida e sincera ao mesmo tempo.
    o que será que vai acontecer na casa da Clara?

    ResponderExcluir

*Deixe seu comentário aqui.
*Deixe sempre o URL do seu blog para que eu possa retribuir a quem realmente leu e comentou o conteúdo do post.
*Será totalmente desconsiderado quaisquer assuntos que fuja do assunto referente a tal post.
*Responderei a todos assim que poder!
*Educação sempre né gente, então nada de comentários maldosos.
Obrigado.

♥ Theme por Erica Pires e Edito por Nanda Tavares © 2013 • Powered by Blogger • Todos os direitos reservados •• Topo